Homenismo: o oposto desonesto do feminismo

9

28 de setembro de 2013 por deglutindopensamentos

Rebeca Duvoisin

Gente, tá rolando um burburinho pelo facebook de que na verdade quem sofre na sociedade é o homem. Isso mesmo, tá vazando por aí que os homens sempre foram reprimidos, sofrem maus tratos pelas mulheres (será que são estuprados por elas também?) e são recriminados por serem homens. O movimento (não sei se é um movimento, mas vou chamá-lo assim) que defende isso é o homenismo. Homens e mulheres reúnem seus conhecimentos sobre a sociedade para defender a ideia de que o mau desta é o homem reprimido pela mulher.

Des-igualdade-de-gêneros

Eu particularmente não tenho estômago pra esse tipo de coisa, mas ao mesmo tempo, não dá pra ficar calada quando aparece uma página no facebook com mais de 3.000 likes com imagens de homens apanhando de mulheres, mulheres sendo salvas de navios enquanto homens são naufragados, os príncipes da Disney sendo vistos como objetos e por aí vai. O argumento desses seres humanos pode ser visto em livros (que como eu tenho um salário muito inferior ao do meu namorado ou de muitos homens, não posso me dar ao luxo de comprar pra ler) e em vídeos no youtube (bom, aí eu já tive que treinar meu estômago, mas para a construção desse texto, eu vi). Pra quem não quer ver os vídeos (eu recomendo, não assistam), vou fazer um apanhado geral e claro, tentar gerar uma discussão a respeito (se é que da pra levar esse assunto a sério a ponto de se fazer uma discussão).

Em primeiro lugar, os vídeos não falam de homenismo, falam de violência doméstica que é cometida por homens e mulheres, e que nos últimos anos vem crescendo o número de vítimas masculinas. Vi que existe uma psicóloga no Brasil que defende a ideia de que nesses casos precisam existir direitos iguais e que o homem sofre muito mais com a violência doméstica por ter a questão da virilidade implicada (acho, mas assim, só acho que esse negócio de virilidade questionada é um comentário machista…).

feminismo

Claro que os homens estão apanhando. A sociedade está em processo de mudança, mas continua machista. Uma consequência do machismo ou de qualquer outra repressão é a revolta. As mulheres estão se revoltando sim, mas não é uma resposta do feminismo, é um resultado das atitudes machistas que são vivenciadas desde os tempos bíblicos, ou até mesmo antes… Então não me venham com essa de que homem sofre e mulher não. Os dados de violência contra a mulher são mostrados por pesquisas sérias, mas para alguns é mais fácil negar a realidade.

Sobre os príncipes da Disney eu ri, e muito. Ok, meu caros, então os homens são tidos como objetos e não as mulheres? Isso parece mais aqueles processos de lavagem cerebral que algumas igrejas fazem, falam que não existe ameaça ao planeta terra, que isso é uma forma de alienar a população, etc. Pelo que parece, a sociedade está alienada à ideia de que a mulher é objeto, mas na verdade isso é balela, quem é objeto, submisso e sofredor é o homem. Então não devemos levar em conta toda a propaganda que vemos diariamente na televisão que mostra um modelo de mulher irreal. As propagandas de cerveja sempre mostram mulheres mais peitudas e magras que a média nacional, as propagandas de absorvente, sabonete íntimo, cera pra depilação mostram que a mulher não pode ter cheiro nem pelo. Detalhe, cheiro esse que é natural e pelos que nascem com agente. Sim, mulheres são peludas e produzem um odor vaginal que é normal, não é fedido, é normal. Mas quando uma mulher assume isso, parece que a sociedade se assusta.

E tem mais, vocês sabiam que a maioria das propagandas envolvendo mulheres são pensadas e criadas por homens? Tá, não tem nada de novidade nisso. Claro que quem deseja a mulher perfeita é o homem. Mas, como eu disse antes, as coisas estão mudando (ainda bem!). As mulheres brasileiras não se veem como aquelas da propaganda, pois mostram mulheres irreais, e nós somos as mais capacitadas a dizer como é o corpo feminino e não o homem. A grande questão é que a mulher está consumindo cada vez mais em relação ao homem e quando se depara com uma propaganda que mostra ela como ela não é, ela não compra a ideia nem o produto. E quem perde com isso são as empresas de propaganda que continuam insistindo em algo que não é mais real: a mulher não se deixa levar por qualquer ideia. Isso mesmo, aos poucos estamos mudando essa cena. A mulher hoje é chefe de casa e tem poder de decisão, mas pelo visto isso incomoda a muitos.

Mas respondendo ao post com o desenho dos príncipes da Disney, os homens não são objetos. A mídia vende a ideia de virilidade e masculinidade, mas né? Pra bom entendedor a palavra “machismo” basta.

Por fim, esse negócio de homenismo não existe. Pois é, eu procurei no google (sim, eu procurei.) e só existe essa página no facebook. Pelo que parece, homens brasileiros se reuniram para lutar contra os direitos das mulheres e deram um nome que seria similar ao feminismo (na minha opinião, algo bem idiota). Usar a palavra machista para designar a página seria muito feio. Ninguém quer ser chamado de machista, assim como ninguém quer ser chamado de homofóbico ou racista, então ninguém fala que é. A gente percebe o preconceito nas atitudes. E querer tirar da mulher o direito de se defender é uma atitude preconceituosa, uma atitude machista. Quem defende o feminismo tá careca de saber e de ensinar: ele não foi criado pra destruir os homens. O feminismo não é a ideia de que as mulheres são superiores aos homens. Nunca foi. Com as conquistas das mulheres podemos dizer que muita coisa mudou. Talvez isso esteja incomodando alguns que ainda acreditam na ideia de que mulher é mesmo inferior.

Anúncios

9 pensamentos sobre “Homenismo: o oposto desonesto do feminismo

  1. Iceman disse:

    Mais uma que não entendeu.
    Feministas são tão lunáticas que enxergam tudo em preto e branco, levam tudo a ferro e fogo.
    É claro que o homenismo não é para ser levado a sério, ele só denuncia os absurdos do feminismo.
    O que vc falou está certo, ele é o oposto do feminismo, mas não é um oposto desonesto, desonesto é o movimento feminista, que pega algumas reivindicações justas, como a igualdade, por exemplo, mas distorce tudo e chega a conclusões absurdas.
    Hoje o feminismo não busca igualdade de direitos, o que busca são privilégios para as mulheres.

  2. Cleber disse:

    Alguém pode, por favor, explicar para essa garota que o homenismo é uma sátira do feminismo radical? Senão ela vai acabar tendo um AVC se continuar ficando queimadinha assim por tudo.

    Pedro Magrini, enquanto você fica de mimimi por causa de nomes de ruas e de políticos, homens estão morrendo porque a lei não os protege em casos de violência. Enquanto você fica aí brigando por causa de ideologias, a vida de pessoas está em jogo, sacou? Ideologia nenhuma deve estar acima de vidas humanas.

  3. Lucas Felix disse:

    Se não notou, Homenista é apenas uma página de humor que faz uma sátira aos motivos absurdos que algumas femistas(como você) usam para dizer que o “patriarcado” oprime as mulheres e que eles pegam todos os empregos, tendo salários maiores. Mas já passou pela cabeça de vocês que o motivo dos salários das mulheres ser 30% menor que o do homem seja porque 1/3 dos trabalhos são quase que exclusivamente femininos e estes não dão salários tão altos?
    Bom, se as suas capacidades pra moderar o blog forem tão altas quanto as de notar uma simples ironia, então é quase certo que o meu comentário não vai nem entrar. Mas mesmo assim, reflita antes de escrever e postar algo do gênero sem nem ao menos entender sobre o que está falando.

  4. Ana disse:

    Minha filha… essa pagina “Homenismo” nada mais é que o oposto análogo para mostrar o quao absurdo sao ALGUMAS reclamações feministas (ou seja, o homenismo em si será algo tao absurdo quanto essas reclamações feministas em questao). Por exemplo esse negocio dos principes da disney. As feministas reclamam que as princesas da disney, barbies, etc representam objetificação quanto a ser bela/magra. Ok, supondo que isso seja verdade, ENTAO PQ OS PRINCIPES NAO REPRESENTAM UMA OBJETIFICAÇÂO TAMBEM? (que seria de riqueza/força etc). Isso PROVA que essas reclamações feministas sao infundadas. IMPORTANTE: Eles NAO afirmaram que as princesas nao representam um objetificam, eles afirmaram que SE as princesas representam um objetificação ENTAO os principes representam uma tbm! (seguindo a analogia). É uma linha de raciocinio EXTREMAMENTE VALIDA e que DESMENTE por absurdo o argumento feminista quanto as barbies mareza/beleza

  5. Charles disse:

    Seu discurso agressivo é a razão para a existência dessa página. Homenismo é a sátira de feministas pancadas da cabeça(como você). Feministas não deveriam se incomodar com a página. Ela é apenas a retribuição da chatice e pé no saco que feministas trouxeram ao mundo. Retribuição. Igualdade. That’s all folks.

  6. Há uma questão, que é interessante o papel do homem no mundo contemporâneo, com as mulheres ocupando papéis os homens sentem-se intimidados. Talvez seja isso que se refira esse homenismo. SImples tratam-se de conservadores que querem voltar ao passado. Na verdade ainda que impere a injustiça intragenero, estas muitas conquistas incomodam os retrográdos. Incomodam mesmo tanto que muitos têm ido ao terapeuta. Não tenho pena, tenho nojo. Tem muito que aprender com as mulheres. Eu tenho orgulho de ter mãe, irmã, namorada e de muitas outras mulheres que lutam contra toda essa injustiça vivendo um vida plena. Parabéns ótimo texto.

  7. Pedro Magrini disse:

    A Lei deveria ter um nome assexuado? Essa foi boa. Seria interessante se o nome das ruas, de praças e monumentos fossem assexuados. Seria interessante se as pessoas que estivessem no poder no mundo fossem assexuadas e coloridas, pois, além de parar com essa divisão (richa?) entre homens e mulheres, também acabaríamos com a divisão entre negros e brancos. Mas não existe RACISMO e MISOGINIA no Brasil, né? Pra que ficar mostrando isso e criar leis específicas que defendam minorias? Pra lembrar que há desigualdades alarmantes? Para que lembrar que mulheres permanecem sendo estupradas, violentadas cotidianamente em todo mundo e que esse tal de feminismo só cria RICHA com os homens? Permanecemos neutros, universais e iguais e tudo se resolve. Queria viver nesse mundo onde o UNIVERSAL não é branco, homem, rico e heterossexual.

    Compreender o que são os movimentos feministas e suas diversas lutas é fundamental para iniciar essa discussão. Parabéns pelo texto Rebeca Duvoisin, só não coloco o “homenismo” como oposto, porque o oposto é quase toda a sociedade que mais que deslegitimizar, invizibiliza a discussão.

  8. Vinicius disse:

    Sabe… talvez o problema seja esse, antigamente realmente existiu e ainda há restos da desigualdade entre o homem e a mulher. Biologicamente é inegável… do contrario não haveria 2 sexos. Agora leis, regras da sociedade e coisas do gênero, isso precisa ser universal não importa o sexo. Já não existe lei contra agressões? ai que me pergunto a necessidade de lei Maria da Penha ( se escreve assim? ). A lei correta deveria abordar todos os sexos e ter um nome assexuado, se for agressão entre entidades da mesma residência ou com alto grau de intimidade e/ou laços aplicar determinadas consequências. Esse é meu ponto de vista, enquanto existir feminismo e machismo sempre terá rixas entre os dois e esse homenismo pode ser apenas um machismo camuflado, mas que mostra ao contrario a realidade do machismo, pois os príncipe da Disney, é a idealização do homem perante algum olhar e eu teria que nascer de novo para me parecer com aqueles príncipes. é fácil apontar falha nos outros, é difícil ser totalmente impassível. Esse é meu ponto de vista atual, todos os humanos humanos, não homens e mulheres, deveria ter direitos iguais.

Degluta conosco...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Capitão Barba Ruiva, a sua livraria virtual

Capitão Barba Ruiva a melhor opção em livros

Baú

O que tem pra hoje?

setembro 2013
S T Q Q S S D
« ago   nov »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Leitores

Nós que aqui estamos, por vós esperamos.

  • 115,088 pessoas já nos viram

Medalhas do blog

%d blogueiros gostam disto: