Tony Ramos que vá pro inferno

5

1 de julho de 2013 por deglutindopensamentos

Mike Conradt

Manhã de domingo. Acordo, lavo a cara, tomo um café. O pão francês de ontem ficou duro, me esforçar pra mastigar. Só margarina, dinheiro não deu nem pra manteiga. Enquanto como, penso na vida. Lembro que chamei ontem uns parentes pra um churrasco, parece que bastante gente vem. O da semana passada fez sucesso. Todo mundo quer comer a carne que eu faço.

3d65733fb2db7bcd7a006f310aedf8cf_1

Muitas pessoas pensam que o segredo do bom churrasco está no assador. Mentira. É a qualidade da carne comprada. Demorei pra descobrir isso. Ia no açougue, comprava uma palheta dura, me fodia depois. Sorte minha que ninguém sente o gosto de nada. Mas eu sinto. Fui abençoado com um ótimo paladar, o que, na minha condição financeira, é mais uma maldição.

Arrumo meu cabelo, dou uma boa escovada nos dentes, faço a barba. Coloco a melhor camisa, a única de marca, e a jaqueta pra ocasião. Grande, bonita, e fundamental. Não posso parecer tão pobre quanto sou. Nada de sair com a touca do Timão. Isso vai me ajudar no que vou fazer hoje. O supermercado não fica longe. Mas se a situação ficar complicada, vai ser vantajoso estar de carro. Ligo meu corcel barulhento, e lá vamos nós…

Entro no supermercado, cumprimento a menina do caixa. Coisa linda. Avanço pelos corredores, até o açougue. Não vou pedir nada pro açougueiro. Isso comprometeria o plano. Dou uma olhada nas carnes empacotadas e seus preços absurdos. Mercado é vazio essa hora da manhã. Olho ao redor, vejo uma velhinha escolhendo frutas e um menino pedindo carne moída. Esse é o momento certo. Da última vez foi mais difícil, eu era marinheiro de primeira viagem. Hoje não tô tremendo, nem sentindo aquela dor de barriga. Pego o pacote de picanha, sem verificar se é Friboi, e o Tony Ramos que vá pro inferno. Coloco no bolso de dentro da jaqueta, tento ser o mais discreto possível. Olho ao redor, tudo normal.

Sigo pelos corredores com a mão no bolso, o braço tapa o volume na jaqueta. Hoje vou fazer diferente, não vou sair sem comprar nada. Da última vez isso quase me prejudicou. Pego um pacote de sal grosso, mato dois coelhos com uma cajadada, e me dirijo ao caixa. Direto naquela bonitinha. A parte da saída é a mais difícil. O nervosismo, que não tinha aparecido ainda, resolve dar as caras. A menina informa o preço, eu tento achar uns trocados na carteira. Junto as moedas que acho, pago o sal. Ela percebe a minha tremedeira. Que pense que estou apaixonado por ela, mas não suspeite do meu feito. Ela coloca o pacote em uma sacola plástica, e me deseja um bom dia. Eu pego a sacola, me dirijo pra saída. Recupero aos poucos a tranquilidade.

Eis que escuto uma voz, me pedindo pra parar. É uma voz masculina e autoritária. Um calafrio me sobe pelas costas, e aquela ardência no estômago volta, e volta com força. Sensação horrível. Ele pede pra ver o que eu tenho na jaqueta. É o meu fim. Penso em correr para o carro, sei que ele não vai me alcançar. Mas uma força maior me impede de sair do lugar. Me rendo e mostro. Vejo a velhinha novamente. Só pode ter sido ela. Velha crente maldita. Chegam mais dois funcionários para me abordar. Alguns minutos depois, vem a polícia. Depois me informam que a fiança é de seiscentos reais. Eu rio, pra não chorar. Falo com a imprensa, conto que não é a primeira vez. Darei uma boa manchete hoje. Mas dormirei na prisão.

Lembro do que vi na televisão, do que tenho lido, penso em todos os criminosos soltos pelas ruas. Lembro de Brasília, de empresários corruptos, do meu patrão, de assassinos e estupradores e dos que roubam de quem não tem. E penso que não posso ser pior que eles, que alguma coisa tá errada. Penso mais um pouco, só pra aumentar o sofrimento. Lembro dos meus amigos, que não desfrutarão de uma boa picanha assada hoje a noite. Uma pena.

—————————————————————————-

Notícia: Homem é preso por furtar picanha de supermercado em Santa Bárbara

Fonte: G1.globo.com

Data: 31/06/13

http://g1.globo.com/sp/piracicaba-regiao/noticia/2013/06/homem-e-preso-apos-furtar-picanha-de-supermercado-em-santa-barbara.html

Anúncios

5 pensamentos sobre “Tony Ramos que vá pro inferno

  1. Mike Conradt disse:

    Valeu pessoal (:

  2. Denise disse:

    Seguindo com a leitura achei que teria um desfecho trágico, algo bem dramático – de fato, é um drama, porém foi mais uma forma de ironizar a situação real passada pelo cidadão.
    Gostei muito da narrativa!

  3. AntimidiaBlog disse:

    Que narrativa muito loca! O leitor vai se perdendo no meio dela, como se fosse um blog, ou um fato comum no meio da rotina…….além do oportuno paralelo com a notícia……muito loco!

  4. Muito bom lembra 2007 . aquela resposta que o ferrez lembro qual deu pro artigo do Tucano Huck na folha indignadinho de ter tido roubado seu rolexinho de 200 mil., ]

    Aqui o artiguinho do Tucano: http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u336144.shtml

    Aqui o do Ferrez: http://ferrez.blogspot.com.br/2007/10/sobre-o-texto-na-folha-de-so-paulo.html

    Não sei se te baseasse mas está no mesmo estilo. Abs

Degluta conosco...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Capitão Barba Ruiva, a sua livraria virtual

Capitão Barba Ruiva a melhor opção em livros

Baú

O que tem pra hoje?

julho 2013
S T Q Q S S D
« jun   ago »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Leitores

Nós que aqui estamos, por vós esperamos.

  • 115,088 pessoas já nos viram

Medalhas do blog

%d blogueiros gostam disto: