Futebol: ópio e corrupção

Deixe um comentário

27 de fevereiro de 2013 por deglutindopensamentos

Mike Conradt

soccer mafia

É um esporte sensacional, onde o time menor pode surpreender e vencer o maior, onde um único jogador pode decidir uma partida. Um esporte sem tipo físico, com lugar para baixos, altos, fortes e lentos, fracos e rápidos. Pode influenciar um povo inteiro, lhe dar força, como fazia o Barcelona Futebol Clube pela Catalunha nos tempos de Franco. Este que teve que fortalecer o Real Madrid para enfraquecer o seu inimigo.

Alguns podem dizer que o futebol se trata de mais um exemplo de ópio do povo (não que eu discorde). A exemplo dos eventos que ocorriam no Coliseu da Roma Antiga, temos aqui algo que pode nos trazer felicidade e nos fazer esquecer dos nossos verdadeiros problemas. Esquecer dos nossos ínfimos salários, das nossas condições de trabalho, esquecer o que é infelicidade. Por que hoje estou em êxtase, nada vai me entristecer, ganhamos! Muitas vezes, nem os ditos intelectuais escapam.

Mas esse esporte já não tem mais somente isso por função. Além de manter os pobres felizes e esquecidos, ele gera dinheiro. Muito dinheiro. Se tornou também ópio dos ricos, lhes dando benefícios mais sólidos. Ingressos, direitos para transmissão, apostas. A cartolagem se tornou um grande negócio. E não falo apenas de Brasil.

Gostaria de começar com duas manchetes: “Europol desmantela esquema internacional de corrupção no futebol” e “China tira do futebol 33 juízes, cartolas e cartolas por corrupção”. Não são grandes fontes, mas são interessantes para se pensar. De bom, apenas a segunda notícia, onde podemos ter certeza de que haverá punição.

Depois de uma investigação em 30 países, foram descobertos 425 pessoas (jogadores, árbitros, cartolas…) envolvidos no esquema. Ao menos 380 jogos profissionais. Europa, Ásia, América Latina. Liga dos Campeões, Eliminatórias da Copa do Mundo, ligas nacionais, europeias. Não é só no Brasil, amigos.

Enquanto isso, na China, um clube de Xangai foi multado e perdeu seu título nacional de 2003 pela manipulação de uma única partida no torneio do mesmo ano. Dois cartolas foram banidos do futebol, bem como outros 31 profissionais envolvidos, e 25 jogadores suspensos por um ano.

São incontáveis os casos de manipulação de resultados em esquemas de apostas ilegais. A grande maioria dos esportes utiliza a tecnologia para evitar os erros de arbitragem. O futebol, não. E o que mais impressiona é que isso é pouquíssimo questionado. É uma evidência simples e bastante suspeita.

Não foi suficiente usar esse magnífico esporte para alienar, somando todos os desrespeitos aos torcedores, como as condições nos estádios, os horários dos jogos (obedecendo às principais emissoras de TV, ou devo dizer, à principal emissora de TV do Brasil).

Em síntese: choramos, vibramos, pulamos, rimos, esquecemos, esquecemos, esquecemos, nos alienamos e ao fim das contas estamos sendo enganados. O desrespeito não poderia ser maior. 

 

Anúncios

Degluta conosco...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Capitão Barba Ruiva, a sua livraria virtual

Capitão Barba Ruiva a melhor opção em livros

Baú

O que tem pra hoje?

fevereiro 2013
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  

Leitores

Nós que aqui estamos, por vós esperamos.

  • 122,136 pessoas já nos viram

Medalhas do blog

%d blogueiros gostam disto: