Jornalismo de araque

Deixe um comentário

6 de fevereiro de 2013 por deglutindopensamentos

Mike Conradt

AMADO (exultante e feroz) – Aprígio, você não me compra. Pode me cantar. Me canta! Canta! (rindo, feliz) Eu não me vendo! (muda de tom) Eu botei que. Presta atenção. O negócio é bem bolado pra chuchu! Botei que teu genro esbarrou no rapaz. (triunfante) Mas não esbarrou. (lento e taxativo) Teu genro empurrou o rapaz, o amante, debaixo do lotação. Assassinato. Ou não é? (maravilhado) Aprígio, a pederastia faz vender jornal pra burro! Tiramos, hoje, está rodando, trezentos mil exemplares! Crime! Batata!

APRÍGIO – Tem certeza?

AMADO – Ou duvida?

APRÍGIO (mais incisivo) – Tem certeza?

AMADO (sórdido) – São outros quinhentos! Sei lá! Certeza, propriamente. A única coisa que sei é que estou vendendo jornal como água. Pra chuchu.

beijonoasfalto

Beijo no asfalto (Nelson Rodrigues)

O diálogo acima é um trecho de uma das mais famosas peças de Nelson Rodrigues, entitulada O Beijo no Asfalto, de 1960. O enredo dessa história não frisa o tema aqui proposto. Mas o repórter Amado, personagem que abre as falas na conversa acima, representa perfeitamente o caráter do jornalismo brasileiro, e nos mostra como é antiga essa situação

Isabela Nardoni, Eloá, e prédio que desabou no Rio de Janeiro são só alguns exemplos. São infindáveis exemplos de casos de sensacionalismo por parte da mídia, desde as manipulações de fatos para adulterar eleições de acordo com interesses de terceiros, até os casos muitas vezes comuns de crimes ou tragédias que se transformam em fenômenos de algo que quase se pode chamar de entretenimento. Ou quem sabe, não se trate exatamente de entretenimento? Tem até programa criado unicamente pra dar esse tipo de notícia. Acidente, morte, crime, um apresentador fanfarrão xingando bandido e falando o que a galera gosta de ouvir.

O fato é que nesses casos, o jornalismo simplesmente deixa de exercer sua função, que é informar o cidadão, para entretê-lo. Para atender os objetivos que regem o capitalismo, esse serviço tão essencial ganhou um formato comercial, se tornou vendível e pode ser usado como mais um instrumento de alienação.

tragedia-de-santa-maria-incendio-na-boate-kiss-27jan2013-b

Tragédia de Santa Maria Incêndio na boate Kiss

O caso mais recente, ainda atual, é o do terrível acidente ocorrido naquela boate em Santa Maria. Não estou dizendo que a morte de duzentas e poucas pessoas não deve ser exibido nos telejornais. Foi algo que não acontece todos os dias, e até acho justo que vire manchete em todo o mundo.

O que não me agrada é ver os telejornais sendo ancorados direto da cidade, como se a tragédia fosse um evento de grande porte como as olimpíadas ou a posse do presidente. As notícias importantes do Brasil e do resto do mundo sendo esquecidas. E não é só a televisão. Todo dia abro o portal do UOL e me deparo com uma nova manchete sobre o ocorrido. E o pior de tudo, o sofrimento das pessoas que perderam seus entes no acidente sendo constantemente explorado para aumentar a audiência e os lucros. Como se não bastasse a dor eterna da perda de um filho. Ela ainda tem que servir para encher o bolso de pessoas totalmente desprovidas de qualquer resquício de escrúpulo. E tem ainda aquela linda homenagem feita pela Globo, reunindo artistas de altíssimo nível para interpretar uma canção que tem tudo a ver com a situação. Em síntese: as 231 mortes ajudaram até a promover alguns artistas.

É simplesmente vergonhoso. A mídia privada nos presta um desserviço.

 

Anúncios

Degluta conosco...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Capitão Barba Ruiva, a sua livraria virtual

Capitão Barba Ruiva a melhor opção em livros

Baú

O que tem pra hoje?

fevereiro 2013
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  

Leitores

Nós que aqui estamos, por vós esperamos.

  • 111,792 pessoas já nos viram

Medalhas do blog

%d blogueiros gostam disto: